Choque de Realidade

Gostaria de tocar num tema interessante. Estudamos nas últimas semanas, em nossas Partilhas, os anjos. Vimos que, dotados de liberdade, muitos deles escolheram por não amar, por não servir. A conseqüência disso: queda, desordem, afastamento de Deus.

Os demônios existem de fato, quer você tenha decidido ser mais conveniente acreditar ou não (se é que ainda crês segundo critérios de conveniência pessoal). E é isso que se vê no filme que lançou há pouco: O Ritual (The Rite).

Veja que meu objetivo aqui não é fazer uma crítica do filme ou dos atores, mas trazer à tona sua mensagem principal, que me marcou muito. Depois de assisti-lo duas por duas vezes, e na vontade de assistir novamente, te digo que este filme é graça de Deus. Explico-me.

Continue lendo

Anúncios

Partilha do dia 25/02/11 – ANJOS – Parte II

Olá amados, a Paz!

Continuamos a falar sobre a Partilha do dia 25/02, que trata a respeito dos Anjos, um tema que gerou muito interesse entre nossos irmãos!

No post passado, percebemos como o inimigo certas vezes age de formas sutis para tentar nos fazer cair, elucidamos a questão de que nunca seremos santos aqui na Terra, pois a nossa santidade é para a outra vida e vimos também que nossas vidas se encontram numa realidade de batalha, onde, mesmo não percebendo, existem anjos lutando por nós a todo o momento. E é nesse ponto que paramos, nos anjos. Quem são eles? Como foram criados? Para quê?

Continue lendo

Partilha do dia 25/02/11 – ANJOS – Parte I

Olá irmãos, a Paz!

Nossa Partilha do dia 25/02 tratou de um tema polêmico que gerou uma chuva de dúvidas em nossos irmãos. Mas antes, peguem suas Bíblias e abram em Gênesis 3, 1-15.

A passagem diz respeito ao momento em que Eva dá ouvidos à serpente e é induzida a comer do fruto proibido, dando de comer também para Adão. A serpente aborda Eva e a instiga utilizando-se de caminhos tortuosos como a mentira, pois disse que se comesse, Eva seria como um deus.

Continue lendo

Partilha do dia 18/02/11 – PROFETAS

Olá irmãos, a Paz!

Nossa Partilha do dia 18/02 continuou falando sobre os Profetas, e, para elucidar o estudo e trazê-lo um pouco mais para a nossa realidade, assistimos ao filme “JEREMIAS”.

O filme nos mostra o início da vida do profeta antes do exílio da Babilônia, quando ele inicia sua vida profética, mas ninguém creu em suas palavras. Jeremias foi um homem temente a Deus e nos faz perceber a necessidade de abraçar a cruz de Cristo e renunciar ao que pode nos afastar do caminho que o Pai nos traçou. Seguir os caminhos de Deus é uma decisão e é importante entender que a vontade do nosso Senhor muitas vezes não coincide com a nossa. Nós vemos que Jeremias sofreu muitas vezes com a vontade de Deus, mas mesmo sofrendo, não deixou de realizar sua vocação. Até seu amor por Judite, mulher a qual amava e pensava em casar-se, não o fez desistir dos passos que o Senhor desenhou em sua vida, daí percebemos que a disposição em fazer a vontade de Deus e seguir o seu chamado é o que testa realmente o homem.

Continue lendo

Partilha do dia 11/02/11 – PROFETAS

Olá irmãos, a Paz!

Na última sexta, dia 11/02, voltamos à ativa com as Partilhas do nosso Grupo, e para quem não pôde comparecer e não quiser ficar por fora das nossas atividades, teremos semanalmente o resumo do que aconteceu postado aqui no Blog.  Confiram!

Nossa Partilha iniciou com a Mensagem do Papa Bento XVI para o 45º Domingo no Dia das Comunicações Sociais. Nela, o Pontífice nos ensina a professarmos a nossa Fé também nas mídias sociais. O Facebook, por exemplo, é uma rede que pode ser útil para evangelizar, para atingir várias pessoas; mas precisamos estar atentos para não cairmos na armadilha de criar uma imagem daquilo que não somos. Muitas pessoas criam um perfil público e acabam tornando-se algo que não são. Precisamos entender que hoje um perfil público representa quem nós somos para pessoas de diversos meios. Hoje em dia ele conta até para conquistar um emprego. Por isso, a Igreja está acompanhando a atualidade, estranho seria se não houvesse sua presença nos meios de comunicação e nas redes sociais.

Assim, iniciamos nosso tema desta última sexta-feira. É um tema muitas vezes tido como obscuro e tratado de forma errada, mas procuramos elucidá-lo. Nosso tema é sobre os Profetas.

Continue lendo

Carta ao Papa e Ano Mariano

Penso que seja extremamente oportuna a iniciativa do meu querido irmão, Padre Rodrigo Maria, de suplicar ao Papa Bento XV a graça de um novo Ano Mariano para 2012-2013.

Tenho ainda na lembrança as graças imensas que pude colher do Ano Sacerdotal que vivemos, por ocasião do aniversário de 150 anos da morte de São João Maria Vianney (Padroeiro dos Párocos), e que teve muitíssimos frutos de conversão na vida de tantos padres.

Um novo Ano Mariano comemorando, em 2012-13, recordando os 25 anos do último ano mariano proclamado pelo servo de Deus o Papa João Paulo II e comemorando os 300 anos do “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem” de São Luis Maria Montfort, seria um verdadeiro tempo de graça para a Santa Igreja de Deus.

O Ano Mariano em 2012 seria uma grande oportunidade de reavivar a Devoção a nossa Mãe Santíssima no coração dos católicos e propagar a prática da Consagração Total a Ela, como é ensinado pelo próprio São Luis.

Seria uma forma muito prática de responder aos apelos que a Virgem Santíssima fez em Fátima (1917): “Deus quer estabelecer no mundo a Devoção ao Meu Coração Imaculado. (…) Se fizerdes o que vos digo, muitas almas se salvarão e terão paz.”

Pois como diz o próprio São Luis, “foi por intermédio da Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo, e é também por meio Dela que Ele deve reinar no mundo. (…) Por Ela Jesus Cristo vem a nós, e por Ela devemos ir a Ele.” (“Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, n. 1; 85)

Por estas razões, gostaria de me unir a esta iniciativa do Pe. Rodrigo Maria, e convidar você, caríssimo irmão e irmã, a enviar também a sua carta ao Santo Padre Bento XVI, através dos endereços que se encontram abaixo.

Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior

Continue lendo

Para além da dor

Ao passar diante de certas igrejas cristãs, tem sido comum encontrar cartazes que fazem uma proposta no mínimo tentadora: “Pare de sofrer!” Também é possível perceber esse tipo de apelo em pequenos cartazes fixados em postes de luz com dizeres semelhantes, em geral, propaganda de serviços esotéricos.

A primeira constatação ” bastante óbvia, mas nem por isso irrelevante ” é que a experiência do sofrimento persegue o ser humano, tornando essa temática sempre atual. Na realidade, a dor é inerente à existência humana, o que implica considerar que é impossível à pessoa não viver a experiência do sofrimento, qualquer que seja a sua intensidade e em diferentes momentos de sua vida. Ao longo da história da humanidade, ao contrário do que talvez façam crer certas concepções, foi e é justamente a perspectiva cristã que de fato assumiu a dor humana e lhe conferiu um sentido. Mais que isso: ao transcender o sofrimento, o cristianismo conferiu um sentido para a própria razão de ser da pessoa humana.

Aos 62 anos, Jorge Zogheib foi internado às pressas em razão do agravamento de seu estado de saúde, comprometido há alguns anos pelo Mal de Parkinson. Por isso, sua experiência com a dor já tem algum tempo. Sobre ela, seu irmão, Saad, narra: “quando ficou acertado o diagnóstico de Parkinson, ele sofreu, pois tinha plena consciência do que aquilo implicava: um longo caminho de crescentes limitações”. Mas a reação de Jorge surpreende a todos ao seu redor. “O médico queria saber o seu segredo, porque jamais se deixou vencer pela doença, nem pela depressão, nem pela falta de coragem, mas por uma grande vontade de viver e de dar a vida”, conta Saad.

Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: